Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
  • Manoel Estevam Velasque - DEM
  • Vereadores
    LEGISLATURA 2017-2020
    Presidente Atual
    Manoel Estevam Velasque
Enquete
Você é favor do ensino da Política nas escolas?



JANEIRO BRANCO
Webline Sistemas

Se o mês de outubro é rosa (combate ao câncer de mama) e o período de novembro é azul (combate ao câncer de próstata), janeiro é branco! Apesar de pouco falado, o primeiro mês do ano é dedicado à conscientização dos cuidados com a nossa saúde mental, quebrando tabus e mostrando a importância de estar em dia com o nosso cérebro. A campanha, criada por psicólogos brasileiros, também tem como objetivo abrir novas possibilidades para tratamentos nos aspectos emocionais e mentais da nossa vida! Entenda mais sobre o Janeiro Branco.

 

Criada em 2014, em Minas Gerais, a campanha conta com a participação de diversos profissionais que colaboram participando de palestras, debates e vídeos informativos sobre a importância do Janeiro Branco. A conscientização já tem grande público em São Paulo, mais de 30 cidades de Minas Gerais e países como os Estados Unidos, Japão e Portugal. A psicóloga Gabriela Bandeira esclareceu algumas dúvidas e explicou um pouco mais sobre o projeto. Confira:

 

- O que é o Janeiro Branco?

 

"É uma campanha criada e promovida por psicólogos com o propósito de convidar a população a discutir a importância do cuidado com a saúde mental em busca de mais felicidade e qualidade de vida. O mês de janeiro foi escolhido, pois representa, simbólica e culturalmente, um mês de renovação de esperanças e projetos na vida das pessoas. Muitas vezes, ao fim de cada ano, fazemos avaliações de como foi o ano que passou e de como queremos que o próximo seja, e a campanha propõe o debate e o planejamento de ações em prol de sua saúde mental. Com a campanha pretende-se difundir um conceito ampliado de saúde mental e saúde emocional, como um estado de equilíbrio."

 

- Qual a importância da conscientização?

 

"A conscientização se faz imprescindível uma vez que os cuidados com a saúde mental ainda são alvo de preconceito. Atualmente, vivemos em um período em que hipervalorizamos as aparências. Buscamos aparentar que estamos sempre bem, e buscar ajuda profissional poderia ser um sinal de fraqueza. Além disso, o pouco conhecimento sobre o que é e para que serve a psicologia, apenas aumenta este preconceito. Cuidar da saúde mental é autoconhecimento, é evitar doenças e criar estratégias de como lidar com as diversas situações da vida."

 

- Quando devemos começar a nos preocupar e a cuidar da nossa saúde mental?

 

"O que levará cada pessoa a buscar ajuda profissional é muito particular, já que cada pessoa vive e interpreta experiências de modo particular. Porém, o principal sinal de alerta é quando percebemos que, por algum motivo não estamos nos sentindo bem. Muitas vezes somos consumidos por estresse, tristeza, dificuldade nas relações, desânimo; e a terapia pode ajudar a nos sentir melhor e a descobrir como lidar com tais dificuldades. A terapia apenas nos enriquece como pessoa. Nos ajuda a lidar melhor com os outros, com o mundo e principalmente com nós mesmos. Aprendemos a superar nossas dificuldades, e principalmente, a identificar e aprender a lidar com nossas emoções."

 

- Para quem a campanha é direcionada?

 

"Para a população de um modo geral. Quanto mais pessoas tiverem conhecimento, maior será o debate e desconstrução de ideias erradas sobre terapia e cuidados com a saúde mental", finaliza a psicóloga.

 

(FONTE: https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/janeiro-branco-o-mes-para-cuidarmos-da-saude-mental-conheca-essa-campanha_a5287/1)

Data: 07-01-2019 00:00:00
Próxima Sessão

SESSÕES ORDINÁRIAS

SEGUNDAS-FEIRAS

ÀS 18H00